Comercial da Calvin Klein para o dia das mães promove “homem grávido”

O último comercial da Calvin Klein, dedicado ao dia das mães, homenageou a realidade de novos tipos de “família” e promoveu explicitamente “um homem grávido”.

A campanha teve a participação do modelo brasileiro Roberto Bete, nascido biologicamente mulher, mas que hoje se identifica como homem. Nas fotos Roberto aparece com a cicatriz de retirada das mamas, tem barba, exibe a barriga da gravidez e veste a cueca da Calvin Klein.

O comentarista Steven Crowder criticou a militância progressista da empresa e escreveu:

“Temos uma enorme escassez de papinha de bebê! A esquerda diz que os homens são a raiz de todos os problemas, então é justo culpar os homens grávidos, certo? Eu me pergunto o que Calvin Klein tem a dizer sobre isso.”

A Calvin Klein não é a primeira empresa a fazer militância ideológica. Nos últimos anos cresceu o número de empresas que se engajam em discursos que promovem a agenda LGBT e transgênero.

Nos Estados Unidos, tais movimentos foram batizados de “woke”, expressão que, traduzida neste contexto, significa “lacração” em português.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: