Lei orçamentária de Biden substitui “mulheres grávidas” por “pessoas que dão à luz”

Em junho a administração do presidente americano Joe Biden propôs a lei orçamentária do ano de 2022 (veja na íntegra aqui). O que chamou a atenção no documento foi a substituição de palavras como “mãe”, “mulheres grávidas” e outras que aludissem ao gênero feminino.

“Para ajudar a acabar com esta alta taxa de mortalidade materna e disparidades raciais nos resultados entre as pessoas que dão à luz [birthing people] – e além do investimento em saúde materna incluído no Plano de Famílias Americanas – o orçamento inclui mais de US $ 200 milhões”, diz a proposta de orçamento, conforme apurado pelo Christian Headlines.

Assim, o termo “pregnant women” (mulheres grávidas) foi substituído por “birthing people” (pessoas que dão à luz, numa tradução aproximada).

O esforço para mudar a linguagem tradicional tem sido empregado com mais força nos últimos anos. Com o ativismo transgênero que cada vez mais entra na agenda progressista, o vocabulário que denota a distinção de gênero entre masculino e feminino está sob revisão pela patrulha ideológica.

O Christian Headlines ainda lembrou da deputada Carolyn B. Maloney, do Partido Democrata (a esquerda americana), que em uma discussão recente no congresso questionou: “como uma das nações mais avançadas do mundo do ponto de vista médico continua a fracassar com as pessoas negras que dão à luz, em taxas tão altas?”

Joe Biden, logo no início de sua presidência, deixou claro também que defenderá a participação de atletas transgêneros em modalidades esportivas de gênero diferente de seus sexos biológicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: